Estou buscando uma vaga de trainee, mas tenho tatuagem. E agora?

por Germano Martiniano 3.149 views0

Estou buscando trainee e tenho tatuagem final

Este assunto já está um tanto quanto maçante, então por que resolvi insistir nele? Trabalho em uma empresa de consultoria e coaching e acabei de fazer duas novas tatuagens. Um dia após fazer essas novas tatuagens, perguntei para o pessoal do trabalho: “tatuagem influencia ou não na hora da empresa selecionar um candidato para trainee? ”.

As respostas foram múltiplas e, então, resolvi me aprofundar sobre o tema. As respostas que obtive são resultados de pesquisas na internet, ligações para a área de recursos humanos de grandes empresas e, é claro, da minha própria experiência.

Em contato com o RH de algumas empresas, a maioria disse que tatuagens não são fator desclassificatório, atualmente, em processos de trainee. Para enfatizar ainda mais este ponto, conversei com a Consultora Sênior da área de Recrutamento e Seleção de Trainees e Estagiários da empresa Page Talent, Jessica Moraes, que disse: “tenho 5 tatuagens, já passei em um processo de trainee em uma empresa considerada conservadora no mercado, e tenho 9 anos de experiência trabalhando na área de recrutamento e seleção. Neste tempo, raríssimas foram as vezes, talvez uma apenas, que a tatuagem influenciou na hora da empresa selecionar o candidato. Penso que o mercado tem evoluído neste sentido, e que o candidato não deve se preocupar muito quanto isso. Porém, avaliar o ambiente que vai trabalhar é importante, se o ambiente for mais conservador, vale a pena, no geral, se apresentar de forma mais conservadora”.

Somado a isso pesquisas em alguns blogs na internet, ficou claro que: as empresas, querendo ou não, estão se adaptando as novas realidades da vida moderna.  Segundo o site vagasabertas.org, atualmente, em cada 10 candidatos para uma vaga de emprego, em média, 6 terão tatuagem e os outros 4 a desejam fazer. Um número bastante expressivo! Ainda segundo este site, os candidatos não precisam deixar de fazer tatuagem se tiverem vontade, porém fazê-la em um lugar que possa ser escondido pela roupa pode ajudar.

Veja também:  Mil vagas de estágio para universitários

Para fazer um contraponto, certa vez participei da última etapa de um trainee em uma empresa conceituada de São Paulo, na fase de dinâmica em grupo, sendo avaliado pelos sócios da empresa. Coincidentemente, eu tinha um grande amigo que estava na mesma etapa que eu. Ele passou e eu não. Um tempo depois, perguntei se ele tinha alguma informação dos candidatos que não passaram, e ele me disse que se referiram a mim como “o menino com a tatuagem no braço”.

Claro que isso não foi o fator da minha desclassificação, mas uma tatuagem acaba sempre por rotular a pessoa. Esse meu amigo me deu um conselho: “seja neutro, deixem que te avaliem apenas por seu desempenho, tente não dar motivos para os recrutadores te olharem além disso. Roupas, aparatos e tatuagens chamativas podem fazer o recrutador te olhar para além do seu desempenho!”.

Para concluir, o que sugiro, então, é: analise o local que você irá trabalhar. Veja se é mais “formal ou informal” e se você terá contato com clientes. Se for do tipo mais formal, em um primeiro momento, se possível, esconda as tatuagens para que te avaliem apenas por seu desempenho.

O mundo está mudando, as forças do progresso são latentes, mas o ar conservador ainda paira em alguns ambientes. Não corra riscos de perder sua vaga por pequenas falhas. Faça sua tattoo, mas esteja sempre atento!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>