O que é um trainee e como posso me tornar um?

Saiba o que é o programa trainee e qual o momento certo para começar a buscar por esta vaga

por Juliana Maffia 1.952 views0

O que é um trainee e como posso me tornar um

Você consegue lembrar quando foi a primeira vez que ouviu falar desse tal Programa de Trainee? Às vezes um parente te marca em uma vaga dessas, que oferece um salário alto, às vezes um professor comenta durante a faculdade. São diversos os momentos que você se depara com essa oportunidade.

Mas a questão é: eu posso participar desse tipo de processo seletivo?

Os programas de trainee são vagas oferecidas à jovens que estão chegando ao fim da faculdade ou que se formaram há, no máximo, dois anos. O foco desse programa é encontrar jovens talentos que queiram fazer a diferença dentro de grandes empresas. Em geral, estes jovens ganham destaque na organização e são treinados para cargos de Gerência.

Parece um sonho né, sair da faculdade ganhando bem e dentro de um ano virar gerente!

Mas saiba que os trainees ralam muito no dia a dia. Os programas são cheios de treinamentos, rotações entre áreas (job rotation) e feedbacks constantes. No começo da carreira, o trainee precisa correr atrás de muito conhecimento, entender profundamente o funcionamento da empresa e propor novas estratégias que podem ajudar o negócio.

Veja também:  Quais perguntas posso fazer em uma entrevista sem queimar meu filme?

Tudo isso fez você brilhar o olho ou você cansou só de pensar?

Pois é, a carreira de trainee não precisa ser para todo mundo. Ela é uma ótima forma de começar no mundo corporativo, mas você também pode começar sua carreira de uma maneira mais normal – com uma vaga de estagiário, assistente ou analista.

Quer saber como mandar bem nestes processos seletivos, entendendo melhor todas as suas etapas? Acesse!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>