O que diferencia um estagiário de um funcionário?

Entenda as diferenças nos direitos de cada um.

por Juliana Maffia 973 views0

f4751

O programa de estágio tem a única finalidade de treinar e desenvolver o lado profissional do jovem, fornecendo a base prática que a faculdade universidade não consegue passar na teoria. Para que ele seja válido é necessário que exista um termo de compromisso entre a faculdade, a empresa contratante e o futuro estagiário.

 

Feito o contrato, começam as diferenças entre o estagiário e o funcionário efetivo. O primeiro não recebe salário, e sim algo denominado bolsa-auxílio, que pode vir acrescida de vale transporte e refeição, além de outros benefícios facultativos.

 

Depois de um ano trabalhando, o estagiário deve tirar um recesso remunerado de 30 dias, e nos contratos com duração menor de 12 meses o recesso é proporcional.

 

Do outro lado, por não se tratar de uma relação de emprego como no caso dos funcionários efetivados, o estagiário não possui o terço de férias, décimo terceiro, FGTS, indenização de 40% do FGTS no caso de demissão sem justa causa, aviso prévio e contribuição para o INSS.

Veja também:  Coisas que a faculdade deveria ensinar por serem cobradas no trabalho

 

Há diferenças também na carga horária. Para os jovens aprendizes, a carga horária máxima é de quatro horas por dia, totalizando 20 horas semanais. Para estagiários, aqueles que já cursam educação profissional ou do ensino superior, a carga horária máxima é de 6 horas diárias, totalizando 30 horas semanais.

 

Você conhecia essas diferenças? 

Juliana Maffia

Formada em Jornalismo e há cinco anos cuidando do Ligado na Facul, começou no portal pelo amor ao mundo digital e à escrita. Hoje, editora-chefe, o que mais a agrada é a chance de impactar universitários com o conteúdo produzido pelo site.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>