Entrevista com o estagiário: saiba como é trabalhar na Oxiteno

Conversamos com Nathália Romanzini, estagiária da Oxiteno, que nos contou um pouco sobre como é trabalhar na empresa

por Mariana Lourenço 2.606 views0

Matéria Final

A Oxiteno, empresa líder na produção de tensoativos e especialidades químicas e desenvolvimento de soluções inovadoras e sustentáveis, está com o seu Programa de Estágio aberto.

Voltado para estudantes com diferentes formações, desde Administração, passando por Comunicação, até Engenharia, o Programa tem vagas divididas em seis cidades brasileiras: São Paulo/SP, Mauá/SP, Tremembé/SP, Suzano/SP, Camaçari/BA e Triunfo/RS.

As vagas têm duração de 18 a 24 meses, e o estagiário tem grandes oportunidades dentro da empresa, como cumprir um ciclo de desenvolvimento e gestão (com feedback e plano de desenvolvimento individual) e desenvolver um plano de atividades de estágio de forma desafiadora.

Para saber um pouco como é a experiência de trabalhar na Oxiteno, conversamos com Nathália Romanzini, estagiária da empresa. Confira:

 

  1. Nos conte um pouco sobre a sua trajetória acadêmica e profissional.

Minha vida acadêmica é bastante intensa desde que entrei na faculdade de Engenharia Química da UNIFESP. Me envolvi em projetos extracurriculares desde o primeiro ano: atuei como gerente de projetos sociais da empresa júnior, vice-presidente e colaboradora do centro acadêmico, bateria da faculdade, iniciação científica, atividades de monitoria e intercâmbio acadêmico. Amigos meus até brincam que “a Nathália não pode ter tempo livre, sempre acha uma atividade para fazer”.

O que posso concluir é que todas essas diversidades de experiências vividas ou aprendidas me possibilitam agregar constantemente todos os aprendizados, aliando informação com formação e práticas de aplicação.

Em relação a minha trajetória profissional, minha primeira experiência profissional é no estágio na Oxiteno, onde iniciei em janeiro de 2015. A experiência profissional em uma grande empresa me possibilitou conhecer o que uma pequena participação pode contribuir com a complexidade em que ela atua, além de entender como o meu interesse e curiosidade pessoal em fazer a coisa certa pode influenciar no desenvolvimento das atividades e interferir positivamente nos resultados do meu trabalho na empresa.

A experiência é notável na evolução vindo de encontro ao meu objetivo maior, de crescimento profissionais e pessoal, no qual almejo ser uma engenheira química, realizando-me todos os dias com o objetivo de ter, mais uma vez, escolhido o caminho certo.

 

  1. O que mais te atraiu na oportunidade do Programa de Estágio Oxiteno?

O que com toda certeza mais me chamou atenção foi concorrer a uma vaga na área de engenharia em uma indústria química e petroquímica, a vaga que eu tanto almejava e acredito que muitos estudantes almejam.

 

  1. Como você se preparou para o processo seletivo?

A preparação para o processo seletivo foi realmente saber mais da empresa. Porém, acredito que durante toda a faculdade estamos nos preparando para este momento!

 

  1. Você faz parte de qual área da empresa? Qual é o seu papel no dia a dia?

Eu sou estagiária da Célula de Engenharia de Processos da Unidade Mauá da Oxiteno. Em termos de atividades, tudo depende da demanda dos engenheiros responsáveis por cada unidade produtiva. Eu, particularmente, me envolvo mais com os processos batelada. As unidades com processo batelada precisam ser acompanhadas de perto, uma vez que cada ordem de produção em cada etapa do processo é analisada. Essa é uma das minhas principais atividades, auxiliar os engenheiros no monitoramento dos processos, que é o que um típico engenheiro de processos faz. Dessa maneira, é possível analisar a situação real da planta e os pontos de melhoria, seja na receita, no ciclo de produção, sempre se busca um melhor desempenho. Trabalhar na planta é uma atividade bem dinâmica, desafiadora e que demanda respostas rápidas.

Veja também:  Entrevista com o estagiário: saiba como é trabalhar na Honda

 

  1. Você já participou de um projeto da empresa? Como foi a experiência?

Tive a oportunidade de auxiliar em alguns projetos que envolviam o estudo comparativo de diferentes meios de produção para avaliar qual deles era o mais desejável. Nessa mesma unidade, estou fazendo um trabalho de otimização da unidade em meu trabalho de conclusão de curso.

 

  1. Em poucas palavras, como você descreve a cultura da Oxiteno e qual o aspecto que você mais gosta dessa cultura?

A cultura da Oxiteno destaca a qualidade em tudo que faz. Além disso, a proximidade entre os funcionários num clima de informalidade foi algo que me surpreendeu da melhor forma. O clima organizacional com toda certeza reflete na qualidade do trabalho.

 

  1. A Oxiteno está presente em mais de 5 países. Você tem algum tipo de interação com outros países/culturas?

A Célula em que trabalho está focada na planta que estamos, entretanto, em todos os treinamentos tenho oportunidade de encontrar engenheiros de processos de todas as outras plantas. Além disso, há um trabalho de padronização das especificações dos produtos Brasil-México que participei.

 

  1. Descreva o Programa de Estágio Oxiteno em 3 palavras. Explique o motivo de cada uma.

Desafio / Oportunidade / Dinamismo

Desafio, pois as situações do dia-a-dia são desafiadoras. Trabalhar numa planta industrial requer análise crítica e rápida. Os prazos solicitados pelos engenheiros não são longos e os resultados precisam ser precisos.

Oportunidade, pois quanto mais se avalia algo, mais descobre-se pontos a melhorar. O papel do estagiário aqui é auxiliar da melhor forma o engenheiro a monitorar sua planta e estabelecer planos de ação para melhorá-lo ou ajustá-lo a realidade. Esse processo traz um crescimento e uma bagagem singulares, em que os conhecimentos adquiridos na universidade e os no estágio estão interligados e são extremamente desenvolvidos, basta querer e se dedicar.

Dinamismo, pois há sempre novos desafios, novos estudos, novas análises para serem feitas e várias atividades simultâneas. A empresa está em constante evolução e sempre em busca de processos mais inovadores.

 

  1. Você tem alguma dica para quem quer participar do Programa de Estágio desse ano?

Acredito que sinceridade é tudo. Na hora de buscar uma vaga isso é essencial. Saiba também buscar uma “lição” em tudo que você fez na vida, cada passo que damos, estamos nos construindo e nos definindo como pessoa. Além de mostrar suas vontades, sonhos, é necessário mostrar disposição para dar o seu melhor.

 

Ficou interessado? Então participe do processo seletivo da Oxiteno.