Coisas que o maior festival de publicidade do mundo pode te ensinar

Luis Michelazzo representou o Brasil em curso de criatividade e inovação durante o Cannes Lions International

por Luis Michelazzo 2.338 views0

f4724

Luis Augusto Costa Michelazzo aluno da ESPM-SP compareceu ao Festival Cannes Lions esse ano para participar da Roger Hatchuel Academy, um curso intensivo de criatividade e inovação com outros 34 alunos do mundo inteiro. Em entrevista ele deu algumas dicas para quem for para Cannes pela primeira vez.

 

1 Saia da sua zona de conforto.

Logo no primeiro dia, antes de conhecer ninguém, coloquei a cara no Sol e fui me enturmar no Riviera Terrace, onde todo dia acontecem os encontros de networking (com cerveja de graça). Lá conheci alguns dos alunos que viriam a estudar comigo e acabamos dividindo esses primeiros momentos. Muitas pessoas estão ali como você, e também se sentem intimidadas por toda a grandeza do festival, porém, a maioria adora conversar sobre o que já fez. Leve alguns business cards, coloque o sorriso no rosto e dê o primeiro passo! Você vai conhecer pessoas incríveis!

 

2 Aposte na sua ideia, mas seja capaz de desapegar se necessário.

Um tema muito recorrente durante a semana foi o de trabalho em equipe, testamos isso diversas vezes durante o curso e realmente, o trabalho conjunto traz soluções mais polidas. Se a ideia te comove, explore-a. Busque melhorias aonde ninguém está olhando. Não dê ouvidos aos pessimistas, esses já nasceram atrasados.

 

3 O tempo não para.

Como uma das minhas colegas de curso, Charlotte Rubesa, disse: ‘Se você está no seu hotel por mais de 5 horas por dia, incluindo horário de sono, você não está aproveitando tudo o que Cannes pode te oferecer’. Você vai acordar cedo, dormir tarde, comparecer a palestras com grandes nomes da indústria mundial, correr pra almoçar em 15 minutos e não perder o seminário que você quer ir, visitar os stands das marcas na orla da praia, resolver briefings, tomar muito café e mesmo com tudo isso vai encontrar tempo pra beber uma cerveja nas várias festas que acontecem na cidade! Você vai ficar exausto, mas você vai ter bastante tempo pra dormir quando voltar pra casa, e mesmo assim você não vai querer dormir, porquê vai parecer desperdício de tempo.

Veja também:  Como um empresário junior se tornou trainee de uma multinacional

 

4 Sem tensão ninguém presta atenção.

Qualquer forma de arte precisa de resistência para existir. No processo criativo, leve a ideia pra rua. Veja como o público responde. Se não houve nenhum tipo de comoção, ainda dá pra melhorar. Pense como um jornalista, se sua ideia saísse no jornal, como seria a manchete? Ela te chamaria a atenção? Você comentaria com os amigos?

 

5 Pense bem na hora de fazer a mala.

Eu levei 1 paletó, 2 blusas e 3 calças – eu tenho um histórico de derrubar comida nas calças, não julguem. Erro. Cannes é muito quente nessa época e ninguém está prestando atenção se você foi de shorts para a premiação ou para a festa. A maioria das festas é na praia, de qualquer forma. E falando nela, aproveite a praia se tiver tempo, a água não é tão fria quanto dizem!

 

O adeus.

Algo que eu levo comigo e nem sei daonde veio é ‘Se é difícil dizer tchau, é porquê valeu a pena’, e foi difícil. Vivenciar um festival desses aonde aquilo que você escolheu fazer é altamente apreciado, não tem preço. Fica aqui uma mensagem: Cannes, te vejo de novo em breve.

Luis Michelazzo

Estagiário de Comunicação da Seja Trainee, onde é responsável pela produção de conteúdo para os portais MyTrainee e Ligado Na Facul, além de ajudar na administração de suas páginas nas redes sociais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>