Alunas de arquitetura denunciam machismo no Mackenzie

Por meio de cartazes, mostram frases proferidas pelo corpo docente do curso

por Mariana Lourenço 1.406 views0

coletivo zaha 1

A Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, amanheceu diferente na última terça-feira, dia 26. Isso porque o Coletivo Feminista Zaha colou inúmeros cartazes pelo prédio de arquitetura, denunciando o machismo dos professores.

Os cartazes contém a hashtag #EsseÉMeuProfessor e frases – todas com conteúdo machista – proferidas pelos seus professores. De acordo com a publicação do Coletivo no Facebook, todas as frases são reais e foram confirmadas por pelo menos duas testemunhas.

O Coletivo foi criado depois que o professor de Urbanismo Paulo Giaquinto debochou, em sala de aula, das acusações de estupro feitas contra o médico Roger Abdelmassih (condenado a 278 anos de prisão por ter estuprado e violentado 56 pacientes). A piada do professor causou comoção entre as alunas, que decidiram se reunir e discutir sobre todos os comentários machistas que ouvem em sala de aula.

Veja também:  Universitários organizam debate com candidatos à Prefeitura de SP

Dessas discussões, reuniram os relatos com intuito de mostrar para a faculdade toda que as alunas não vão mais deixar comentários assim passar em branco. Os cartazes foram expostos nas duas portas de entrada, saguão, sala dos professores e pelas escadas da faculdade. Ainda na postagem do Facebook, afirmam: “Deixamos que as paredes do prédio falassem por nós o que silenciamos por tanto tempo”.

A assessoria da universidade declarou que: “A escola informa que está organizando um seminário Gênero e Preconceito. O Mackenzie orgulha-se por formar cidadãos críticos e atuantes, que discutem os problemas do dia a dia da sociedade”.

A ação já contabiliza mais de 2 mil curtidas e 500 compartilhamentos na rede social.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>