7 dicas para deixar o currículo atrativo

Saiba como fazer um CV que o recrutador não poderá recusar!

por Mariana Lourenço 21.562 views0

man in his office checking a curriculum vitae

Chegou a hora de começar a procurar vagas de emprego e, com ela, a dúvida: como fazer um currículo atrativo? Todos sabem que muitos candidatos são desclassificados já nessa etapa, sem nem passarem por entrevista. Assim, é necessário chamar a atenção do recrutador, fazendo com que o currículo seja interessante o suficiente para ser selecionado para a próxima etapa do processo de seleção.

Vamos apontar 7 dicas, dadas por Luís Abdalla, sócio da Seja Trainee, empresa de consultoria e coaching voltada para universitários que estão entrando no mundo profissional e Luis Fernando Martins, diretor da Hays, empresa de recrutamento de profissionais.

 

Resuma suas experiências

As informações que estão abaixo do seu nome e contato são as primeiras que o recrutador vai olhar. Por isso, é necessário elas sejam sobre as suas principais experiências, explicadas de maneira objetiva e simples (normalmente a primeira pessoa que lê seu currículo é do RH, e não necessariamente ela entenderá termos técnicos). Se já tiver informações sobre a vaga, aproveite para dar destaque para a experiência e habilidade que mais combina com o cargo.

 

Comprove suas realizações

O recrutador não quer apenas ler sobre o que você é capaz, ele quer provas. Por isso, especifique certas realizações e detalhe bem. Por exemplo, se você é um designer que já estagiou em uma agência de publicidade, coloque junto um portfólio com todas as peças que criou, pois assim o recrutador pode conhecer o seu trabalho.

 

Mostre o que é mais relevante sobre você

Fale sobre atividades extracurriculares ou experiências internacionais que são relevantes para mostrar para o recrutador, ou seja, atividades profissionais e/ou educacionais. Cuidado para não confundir com viagens de turismo, que não são relevantes o suficiente para colocar no currículo.

Veja também:  Monte um currículo incrível sem ter experiência

 

Evite clichês

Não se restrinja a escrever uma lista cheia de adjetivos como pontos fortes. O recrutador quer saber sobre suas habilidades reais, desenvolvidas no dia a dia do trabalho. Por isso, o currículo é o momento de mostrar suas competências e habilidades técnicas (retomando os objetivos dos tópicos anteriores), relacionando com a descrição da vaga de interesse.

 

Não minta no tópico de idiomas

Atualmente, os recrutadores dão enorme importância para o conhecimento de outras línguas. Por isso, é necessária a classificação do seu nível (básico, intermediário, avançado e fluente), além do cuidado para não mentir, pois por ser uma mentira comum, ela é rapidamente desmascarada na hora da entrevista.

 

Use verbos e palavras de ação

Mostre que você não foi apenas um espectador, use verbos e palavras de ação para mostrar o que fez (e não apenas participou). Por exemplo: “realização”, “responsável”, “elaboração”. Porém, cuidado para não mentir e falar sobre coisas que você não fez, porque a mentira será descoberta.

 

Fique acessível

Primeiramente, atualize os seus dados e contato para o recrutador conseguir falar com você. Também, mande sempre o currículo em PDF, formato improvável de dar algum tipo de erro. Por último, tome cuidado com a fonte e o tamanho, além da organização dos tópicos, pensando em sua legibilidade: mostre que é uma pessoa cuidadosa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>